3.236.51.151
(+258) 21 303 388Ligue Já!
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
rastreabilidade

Rastreabilidade, uma questão de segurança na indústria alimentar

Com a avanço dos tempos, os hábitos alimentares têm evoluído e os consumidores estão cada vez mais exigentes.

Atualmente é essencial conhecer-se o que se está a comer e a sua origem, permitindo dar maior confiança sobre a qualidade dos produtos alimentares.

Uma das formas encontradas para assegurar todo o registo desta informação foram os sistemas de rastreabilidade alimentar. Com estas plataformas, é possível registar ao mais ínfimo pormenor todos os processos e etapas dos produtos alimentares para que todo o seu historial seja conhecido.

O que é a rastreabilidade de alimentos?

Depois de vários acontecimentos que marcaram negativamente a confiança e segurança da indústria alimentar, a União Europeia definiu a 28 de janeiro de 2002 a obrigatoriedade da realização de uma correta rastreabilidade dos produtos alimentares ao longo da cadeia.

O conceito de rastreabilidade ficou assim definido como a possibilidade de seguir o rasto de um alimento ou ingrediente em concreto para que seja possível encontrá-lo ou controlá-lo em qualquer etapa do produto, quer seja no fabrico, transformação ou distribuição.

Ou seja, a rastreabilidade caracteriza-se por ser um registo do historial de um determinado produto desde que é matéria-prima até à sua distribuição, permitindo a qualquer elemento da cadeia saber o que é o produto, de onde veio e para onde foi.

Para que serve a rastreabilidade na indústria alimentar?

Com a rastreabilidade na indústria alimentar é possível cumprir com os requisitos de segurança do produto e manter a qualidade ao longo de toda a cadeia de produção e distribuição. Além disso, permite identificar os processos e o caminho dos alimentos, garantindo toda a agilidade e assertividade caso seja necessário retirar algum produto do mercado.

Da parte do produtor, esta é também uma forma de aumentar a partilha de responsabilidades ao longo da cadeia alimentar, permitindo identificar ao longo das várias etapas da produção, reduzir quebras, valorizar a marca e aumentar a lealdade dos consumidores que procuram alimentos com certificado de procedência.

Tipos de rastreabilidade

Quando falamos de rastreabilidade dos produtos alimentares, podem ser considerados 3 tipos distintos de monitorização e avaliação dos produtos: montante, interna e jusante.

No caso da rastreabilidade a montante, é analisado o percurso dos produtos até à origem das suas matérias-primas, como é o caso dos fornecedores, das datas de receção e dos lotes e quantidades recebidas.

Já na rastreabilidade a jusante, é acompanhado para quem foi enviado o produto, sendo registados dados como as datas de expedição e entregue, os produtos e lotes enviados e os clientes para onde foram enviados os produtos.

Por fim, na rastreabilidade interna são registados todos os dados referente à transformação dos produtos, desde que estes são recebidos até ao seu envio para o cliente.

Vantagens da rastreabilidade

Ao fazer a rastreabilidade dos produtos alimentares, existem várias vantagens que as empresas podem usufruir na sua atividade.

  • Melhoria na relação com os fornecedores – Uma vez que permite rastrear a origem dos produtos, permite assegurar a qualidade dos produtos e aumentar a confiança nos fornecedores.
  • Cumprimento dos padrões de identificação – Possibilita a uniformização do registo de dados sobre os produtos
  • Valor agregado ao produto – Apresenta todas as informações sobre a origem do produto, aumentando o seu valor e a qualidade percebida pelo cliente.
  • Segurança e qualidade do alimento – As informações referentes à origem e produção do alimento ficam acessíveis para consulta, facilitando os ajustes nos processos de produção e controlo de qualidade.
  • Rápida identificação de lotes com defeito – Se existe a necessidade de retirar um produto do mercado, torna-se mais simples identificar todos os clientes que receberam determinado lote do produto.

Como se realiza a rastreabilidade dos produtos alimentares?

A rastreabilidade na indústria alimentar permite o registo de informações relativas às origens e destinos dos produtos através de um código de rastreabilidade único para cada lote comercializado.

Este código irá acompanhar o produto durante todo o seu ciclo de vida, sendo registado todos os processos e etapas por onde passou.

Estes dados podem depois ser consultados por qualquer integrante da cadeia de distribuição de forma a assegurar a sua proveniência e qualidade.

Com os sistemas de rastreabilidade, as empresas podem garantir o controlo total sobre os produtos comercializados, sendo uma forma de garantir toda a qualidade dos produtos produzidos.

Conheça a solução de gestão industrial da PRIMAVERA, PRIMAVERA Manufacturing, que tem sido um aliado da indústria alimentar, não só na gestão da qualidade da produção, como em toda a gestão global do negócio. A maior e mais antiga conserveira nacional, a conservas Ramirez testemunha esse suporte à gestão global do negócio, promovendo um equilíbrio perfeito entre a sua tradição e a adoção de novas tecnologias adaptadas à era da Indústria 4.0. Conheça este caso de sucesso.

Partilhar
0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!