18.212.120.195
(+258) 21 303 388Ligue Já!
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace

Tudo o que precisa saber para começar a vender online

Tecnologias emergentes de e-commerce estão a eliminar a barreira à entrada de empresas tradicionalmente físicas no mundo digital. Vender online deixou de ser visto como uma tendência passageira e é hoje um modelo de negócio consolidado que oferece um leque de oportunidades privilegiadas à era atual de consumidores digitais.

Mas começar um projeto de e-commerce exige, não só um conjunto de recursos disponíveis, como um planeamento profundo do modelo de negócio. Dar o salto para esta onda digital é um desafio comum a quase todas as empresas. A maioria não possui conhecimento para o fazer ou não consegue identificar qual o momento oportuno e as estratégias adequadas para começar a vender online.

O que precisa de saber antes de começar a vender online?

Com a mudança de comportamento e hábitos de consumo, impulsionada pela crise pandémica que abalou a economia e os negócios, é essencial adaptar modelos e começar a apostar em estratégias digitais. Mas como?

Aposte no conhecimento interno 


Antes do lançamento de um projeto de comércio online, é importante ter um conhecimento sólido da marca e dos recursos disponíveis. Analise os aspetos financeiros, as operações logísticas, os processos de atendimento ao cliente ou os sistemas e ferramentas já existentes e que possam ser utilizados. 

Estude o mercado e as oportunidades para o seu negócio


Cada negócio é único e precisa de uma estratégia personalizada. Antes de começar a vender online, é fundamental conhecer as oportunidades que existem neste modelo de negócio para a sua marca em específico. Se por um lado a concorrência é o maior desafio para os negócios online, por outro, o digital impulsiona de forma drástica a visibilidade da marca, apagando os limites geográficos que outrora existiram.

Crie um plano para começar a vender online


Independentemente dos recursos disponíveis ou do tipo de produto /serviço a ser comercializado, importa definir alguns pontos essenciais:
  • Defina o seu público-alvo
  • Crie um perfil de cliente ideal
  • Entregue uma proposta de valor diferenciadora
  • Determine funções na equipa 
  • Estude os processos logísticos

Escolha o modelo de e-commerce ideal para a sua marca


Além de um conhecimento profundo interno da empresa e do mercado, é importante conhecer as várias opções de modelos de negócio para um e-commerce. Estas opções variam de acordo com os objetivos da empresa e do tipo de cliente. E existem vários modelos de negócio online, mas estes são os mais comuns:

  • B2B (Business to Business): este modelo realiza-se entre duas empresas;
  • B2C (Business to Consumer): as empresas vendem diretamente ao consumidor;
  • C2C (Consumer to Consumer): este modelo envolve transações entre dois ou mais consumidores, através de marketplaces como o OLX ou CustoJusto, redes sociais ou outras plataformas de compra e venda.

Escolha os melhores canais de venda


Começar a vender online não passa apenas pela criação de uma loja online ou website. Esta é apenas uma das etapas. O projeto online deve começar com a definição de um modelo de negócio e dos canais de venda mais adequados. Nesta fase é importante saber onde os potenciais clientes se encontram e que recursos estão disponíveis para apostar em determinados canais. 

Estes são alguns exemplos de canais de venda:
 
  • Loja online em exclusivo
  • Loja online e loja física
  • Venda por Catálogo
  • Marketplaces
  • Aluguer
  • Subscrição

Implemente estratégias de comunicação e atração de clientes


Desde redes sociais a email marketing, existem inúmeras estratégias digitais e meios que ajudam na divulgação das marcas e na atração de potenciais clientes. Para tal, tenha em consideração vários aspetos:

  1. Crie confiança através da imagem e comunicação da marca
  2. Proporcione a melhor experiência possível
  3. Antecipe os passos dos consumidores
  4. Valorize o feedback dos clientes
  5. Ofereça suporte e apoio constante

Não deixe a gestão logística para segundo plano


Um processo logístico pouco eficiente tem um impacto muito negativo no resultado das vendas. Para evitar estes maus resultados, a gestão logística deve envolver a integração de informação entre sistemas, transportes, stock, embalagem, armazenamento e expedição.

Pode não ser evidente, mas o processo logístico está presente em todo o ciclo de compra do consumidor: desde a disponibilidade do produto em stock até ao processo de entrega.

A grande missão é uma: encontrar um equilíbrio entre as saídas (vendas) e as entradas (compras) de material. Por isso, aposte num planeamento eficiente e garanta que o stock disponível é capaz de responder às necessidades do cliente, evitando assim custos desnecessários com stock em excesso ou perda de clientes por falta de artigos.

Crie um plano de negócio para começar a vender online

Não existe realmente uma estrutura que funcione para todos os negócios. E as opções para começar a vender online são infinitas. O maior desafio é decidir optar por vender através de um único canal de vendas ou apostar numa estratégia multichannel ou omnichannel. Para tomar tal decisão, estude os processos de venda, o público-alvo e analise o que melhor se enquadra no seu modelo de negócio:
 
Um único canal de venda: Por um lado, o Marketplace oferece maior rapidez de lançamento do negócio e externalização da logística, por outro, a loja online oferece maior independência, maior personalização da experiência e maior capacidade de escalar. Pode optar por uma das opções ou escolher várias.
 
Multichannel: Pode optar por vender em vários canais simultaneamente, online e offline.
 
Omnichannel: Este modelo assenta na integração dos meios de comunicação com os meios de vendas. O processo omnichannel oferece uma experiência consistente com todos os canais de venda conectados entre si.
   

Que ferramentas agilizam a gestão dos negócios online?

 
Nos negócios já estabelecidos offline é comum existir um software de gestão que auxilia o controlo de todas as operações referentes à gestão da empresa. Quando o negócio ganha asas no meio online, é importante garantir um processo totalmente integrado: desde a atualização de stock e preços, até à gestão de encomendas ou faturação.
 
É fundamental compreender que a omnicanalidade já não é uma tendência, é uma realidade e uma necessidade. Neste momento já existe tecnologia que lhe permite vender em vários canais em simultâneo, através de uma única plataforma que centraliza todas as operações logísticas e comerciais. O e-Commerce Connector, da PRIMAVERA, simplifica a gestão logística e o controlo comercial da sua empresa e a gestão das vendas online é feita de forma integrada num único backoffice, independentemente do canal.
 
Mesmo sendo ainda cedo para conhecer o verdadeiro impacto da pandemia, é certo que para sobreviver, os negócios têm de se reinventar e adaptar às mudanças. Facilite o seu trabalho. Aposte no omnichannel e na satisfação os seus clientes e adote os canais de venda digitais certos que ajudam no processo das vendas online.

0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!